CAIO (2015)


Este trabalho nasce do estudo das relações afetivas a partir de interações entre a dança contemporânea e a literatura de Caio Fernando Abreu. Aproximam-se corpo e palavra, dança e literatura, pelas conexões intersemióticas entre as duas linguagens artísticas. A investigação partiu da leitura de contos do escritor dando-se especial atenção às ideias de queda e às metáforas de cair e levantar recorrentes em seus contos, propondo-se transmutar tais metáforas e sensações para o corpo, através de experimentações práticas e estudos de movimento. O título faz referência às questões colocadas acima, através do jogo semântico da palavra “Caio” que tanto nos remete ao signo verbal “cair”, como ao nome do escritor Caio F. Abreu.

Ficha Técnica:

Intérpretes criadores: Alexandre Santos, André Vitor Brandão, Cleybson Lima, Pedro Lacerda, Rafael Sisant, Thierri Oliveira e Wendell Brito.
Dramaturgia e Textos: Renata Pimentel
Consultoria cênica: Galiana Brasil
Desenho de luz/concepção e execução de iluminação: Fernando Pereira
Trilha sonora original: Sônia Guimarães
Execução de sonoplastia: Lucylene Lima
Figurinos: Maria Agrelli
Execução de figurino: Maria Nubis Brito
Cenário e programação visual: André Vitor Brandão
Execução de cenário: Murilo José Carvalho
Cenotécnica: Lucylene Lima e Pedro Delmondes
Direção: Jailson Lima












© 2017| Web Designer: Herbet Júnior.